11.5.06

Da série Vou dar um pulo logo alí...

Sugestão enviada pelo Júlio Cesar "Ganso" Magri. Uma perguntinha besta minha: e se ao invés da terra entrar em órbita, fosse a minoria que estivesse do outro lado do mundo que fosse para o espaço?

Entusiastas irão pular para mudar órbita da Terra

Cientistas da Universidade de Munique publicaram um estudo em junho de 2004 informando que o planeta Terra poderia sofrer uma mudança em sua trajetória celeste caso acontecesse um grande deslocamento simultâneo de pessoas. O Prof. Dr. Hans Niesward e seus colegas do Departamento de Física Gravitacional da universidade alemã calculam que seria necessário um mínimo de seiscentos milhões de pessoas em um hemisfério pulando ao mesmo tempo para produzir efeito sensível.

Os cientistas utilizaram verificações sismológicas de quedas de meteoritos na Terra,como o meteorito Joulos, que atingiu o Oceano Pacífico em março de 2001, e de grandes movimentações simultâneas de massas, como a vibração literal da torcida que acompanhava a final da Copa do Mundo de 2002.

O Projeto World Jump Day se baseia numa idéia realmente feliz: se 600 milhões de pessoas no Ocidente pularem ao mesmo tempo no dia 20 de julho de 2006, mais precisamente às 08:39:13 (horário de brasília), a Terra sairá do eixo, passando a fazer um percurso maior em torno do sol. Assim, o problema do efeito estufa estaria resolvido, os dias seriam mais longos, sem falar do clima mais homogêneo.

Para participar acesse o site oficial: http://www.worldjumpday.org

1 comentários:

Julio Cesar Ganso Magri disse...

Mandei a msg por informação, mas não acredito que isso aconteça de fato. Mesmo que a Terra se desloque com os pulos do povo (o que eu duvido), acho que seria como afundar uma bola na água, ou seja, ela volta pro lugar.