8.7.08

País de Merda

O Brasil é um país de Merda. Isso mesmo. País com "P" minúsculo e Merda com "M" maiúsculo. Podem até me dizer que daqui da Europa é fácil criticar o Brasil. Já vi muita gente crucificar neguinho que fala mal do país quando está no exterior. Mas na verdade parece que o brasileiro tem que esperar acontecer uma tragédia com sua família para sentir-se no direito de chamar o Brasil de país de Merda.

Por aqui cansei de defender o Brasil. Quando alguém, seja da nacionalidade que for, chegava falando que o Brasil é samba, carnaval, bunda e violência eu sempre me apressava em dizer que meu país é mais do que isso. Mas vou começar a fazer diferente. Quando me disserem isso vou fazer campanha para gringo não ir ao Brasil mesmo, sob o risco de tomar tiro na cabeça enquanto estiver admirando uma bunda. E tiro da polícia. Imagina então o que vem do bandido?

Me diz se tem outro jeito de explicar as coisas vendo o que aconteceu com o menino de três anos de idade, fuzilado pela polícia do Rio de Janeiro? Se o que o pai dessa criança descreve no seu desabafo não é o inferno então não sei o que virou o Brasil. Uma mãe se atirando no asfalto para defender seus filhos de uma patrulha da polícia que fuzila seu carro?



A matéria onde o pai da criança baleada desabafa: até quando o secretário de Segurança vai ficar pedindo desculpas?


Peraí! Quando um estrangeiro esculachar o Brasil na minha frente vou ter abaixar a orelha e ficar quietinho. Ou no mínimo vou ajudá-lo a esculachar essa zorra que virou meu país.

E não tem jeito. O brasileiro tem que cair de quatro e comer grama enquanto leva tiro da polícia e do bandido. É só olhar quem é o primeiro colocado nas sondagens para prefeitura dessa coisa que virou o Rio de Janeiro. Marcelo Crivella é um sujeito que mistura religião com política e driblou a legislação pra enfiar o Exército na favela com a finalidade de executar um projeto eleitoreiro. Resultado: os militares entregaram três garotos para serem torturados e mortos por traficantes de um morro vizinho.

É esse cidadão que está na frente das pesquisas para prefeitura do Rio de Janeiro que será assessorado pelo marqueiro do Lula, o Duda Mendonça, que ainda está enfiado até as tampas em escândalos que todo mundo já esqueceu, como o mensalão.

No Brasil falta tudo. Até indignação. O presidente é omisso. É culpa dele tudo que está acontecendo em termos de violência. Já vimos de tudo nos últimos anos: mulheres sendo violentadas por estarem presas com homens, assassinos bárbaros soltos por aí por conta de um judiciário lento e viciado, vítimas de balas perdidas, agressões e abusos dos mais diferentes tipos.

O secretário de Segurança Pública vem a público pedir desculpas à família porque a polícia comandada por ele assassinou uma criança de três anos de idade? Esse infeliz incompetente tinha que ter o mínimo de vergonha na cara e pedir afastamento do cargo. Se não o fizesse, o governador deveria pedir essas desculpas e afastá-lo. Caso contrário o presidente da República deveria fazê-lo. É o que acontece nos países sérios! Era o mínimo. Mas nem isso.

Também era esperar muito de um país que não tem um povo sério. Era esperar muito de um país que não tem governantes sérios. Era esperar muito de um país que é um país de Merda.

2 comentários:

Ieda disse...

Às vezes me pego pensando e até chorando de saudade do Brasil...
Mas depois que assisti o desabafo desse pai...chorei...mas chorei muito!!! Mas foi de tristeza, não de saudade! E de repente eu me dei conta que o Brasil não tem mais jeito! Isso é muito triste, principalmente pra quem tá assistindo a derrocada aqui de longe! Que pena! Concordo com cada palavra que o Daniel falou.

Ana disse...

É triste mesmo e, mais triste ainda é ter a certeza de que isso é só a ponta do iceberg...novos políticos corruptos hoje engatinham entre suas fraldas, a corrupção é ensinada desde a escola (lembra? ninguém repete de ano no ensino público)...Os valores estão trocados. Aos poucos brasileiros do bem que sobraram, resta apenas rezar pra sair o visto, pra que a gente possa se mandar pra bem longe daqui.
Lutar já é quase suicídio!!!!
Pena mesmo, pena que as cores do nosso Brasil desviem tanto a atenção do nosso povo!!!!!
beijo pra Ieda e pro Daniel...Bom Iron pra vcs!