20.11.08

Autêntica!

Eu penso que autenticidade seja uma das melhores palavras para descrever Brandi Carlile. Não que ela reinvente a roda com sua música, mas a forma honesta como canta faz com que soe completamente autêntica. Nesta semana ela se apresentou aqui em Lisboa e fomos conferir.

O show começou pontualmente às 10h da noite, tal como previa a programação. Sem rodeios a banda entrou no palco e salpicou logo de cara "My Song", uma das minhas canções favoritas.

Brandi Carlile é um grande nome entre as novas cantoras. Mas quem esperava somente vê-la ainda foi presenteado com uma banda afinadíssima. Todos os músicos que a acompanham em palco não só mostraram um grande entrosamento como também erradiaram uma energia fantástica no palco.

Quer ver um exemplo do que eu estou dizendo? Confira o vídeo abaixo que eu gravei, em que a banda executa "Folson Prison Blues" de Johnny Cash. Continuo na sequência.



Viu só? Este foi o ritmo de praticamente todo o show, que infelizmente foi meio curto (cerca de uma hora e quinze minutos). Quando a temperatura baixava um pouco era possível curtir toda a intensidade da voz de Brandi.

A primeira vez foi quando ela pediu silêncio à platéia. Então ela cantou "How These Days Grow Long" completamente unplugged, acompanhada apenas do violão. Fantástico e somente possível graças a boa acústica da Aula Magna. Aliás, a qualidade do som foi outro ponto altíssimo do show.

No final ela mostrou novamente toda a qualidade de sua voz quando cantou Hallelujah (Leonard Cohen). De arrepiar. É claro, houve a música que alavancou o sucesso de Brandi Carlile em Portugal, "The Story". Sob livre e espontânea pressão da Ieda eu gravei também. Confira aqui.

Enfim, um show para fechar com chave de ouro a sessão de concertos de 2008. Espero que Brandi Carlile apareça novamente por essas bandas em 2009. Será muito bem vinda!

Set List Completo:

1. My Song
2. Until I Die
3. Late Morning Lullaby
4. Have You Ever
5. How These Days Grow Long
6. Fall Apart Again
7. Creep (Radiohead)
8. Cannonball
9. Turpentine
10. The Story
11. Folsom Prison Blues (Johnny Cash)

Encore
12.Pride And Joy
13. Hallelujah (Leonard Cohen)

5 comentários:

Ana disse...

Se a dor no meu cotovelo deixar, eu vou alí me matar de inveja e já volto...coisa rápida...rs
Dani, mil obrigadas pelo post! Ok, me encheu de água na boca e me deixou lombriguenta, mas, ao mesmo tempo, matou um pouco da curiosidade....
Showzaço pelo visto!!!!!!!!
Beijo

Ana disse...

Ah, e só consegui ver o vídeo que a Ieda pediu pra vc gravar....rs...graças a ela eu vi alguma coisa!!! Brincadeira...o outro is no longer available!
beijo

Daniel Escobar disse...

Pois é, Ana. Eu recebi um e-mail do Youtube com uma bronca por estar desrespeitando direitos autorais e blá blá blá...

Como eu fiz o upload dos dois vídeos quase juntos e não falaram nada do outro conclui que deve ter a ver com os direitos sobre a música do Johnny Cash.

Esses caras das gravadoras são uns sanguessugas malditos do capitalismo. Espero que morram de fome. Sorry...tive um momento de estresse. Passou.

O show foi realmente fantástico! E ainda esqueci de dizer que a menina é super tranquila e simples. Vou fazer figas aqui para que ela inclua o Brasil na turnê do ano que vem!

Beijos

Ieda disse...

Galera...já dá pra ver o vídeo de novo!!! O Dan foi absolvido!!! hehehe

Ana disse...

Não consegui, o Youtube não deixou! Vcs estão me enganando!!!!Pra não perder a viagem, ouvi o The Story de novo...rs...
Preciso que vs entrem no blog hj pq tem campanha importante por lá....beijo enorme azul de saudade!